Visite nosso blog "gourmet": http://jwalkersgourmet.blogspot.com/

Hodômetro - quilometragem dos participantes

Participante
Distância percorrida
Alberto
639,4 km
Daniela
810,0 km
Jorge
784,4 km
Marcelo
858,2 km
Paulo
211,2 km
Yumi
145,6 km
(considerando somente os eventos listados neste blog)

domingo, 28 de novembro de 2010

Northbrasil 2010 - Hotel Vida Nova - Jaguariúna

Na despedida de 2010, decidimos ficar hospedados em Jaguariúna, mas sem o Jorge, que tinha um casamento. Saímos da casa do Alberto às 13h30 e almoçamos (bem) na Casa Garabed, um dos lugares preferidos da nossa equipe...

Chegamos à região de Campinas em torno das 16h e decidimos fazer o check-in da prova na loja da Kailash. Para fazer um tempo, tomamos frozen yogurt, aproveitando o calor!

Fomos a primeira equipe a fazer o check-in e fomos para o Hotel Matiz, onde passaríamos a noite (hotel que merece menção honrosa: atendimento muito bom, quartos muito limpos e arrumados e ainda ganhamos o café da manhã por conta da NorthBrasil, hehe!). Ainda estava cedo para jantarmos, ainda tinha sol e estava muito calor, então resolvemos dar um mergulho na piscina antes de irmos para a cidade.


Depois de uma boa ducha, fomos procurar algum lugar para jantar. A Daniela fez a lição de casa e sugeriu o Bar da Praia. Nossa escolha não poderia ter sido melhor!


Excelente lugar, excelente comida, bom preço. O lugar é cheio de ambientes, tanto que estava rolando um casamento num deles! Pedimos camarão gratinado e "grandes navegações", que é um prato com abadejo grelhado com camarões. Cachaça com mel e cachaça com gengibre acompanharam a esbórnia janta.

Voltamos para o hotel para transcrever os passos nas planilhas e fazer a reunião estratégica.

No domingo de manhã, o Jorge juntou-se a nós para o café da manhã. O céu estava limpo, anunciando o calor que passaríamos durante a prova.

Chegamos no Hotel Vida Nova em torno das 9h30, passamos muito protetor solar e repelente e largamos às 10h12.


A primeira parte da prova foi bem tranquila, com boa parte urbana. Logo notamos que, ao contrário de etapas anteriores, a contagem de passos do Alberto não estava batendo. Jorge e Marcelo pareciam mais afinados. Precisamos saltar uma porteira e entramos em um trecho de mata, nada muito complicado.



Quando terminamos esse trecho, voltamos para o asfalto por mais alguns metros e fomos em direção a um terreno com mato alto, com trilhas estreitas. Nesse trecho, não entendemos alguma referência na planilha ou marcação na trilha, erramos e acabamos parando em algum lugar que não deveríamos estar... Depois de alguma indecisão, vimos umas equipes a uns 30 m de nós, fomos atrás deles e achamos a referência perdida. O custo desse erro foi o PC 4 perdido e 3 minutos de atraso.

A seguir, entramos no trecho de PC virtual. Como era tudo mais ou menos plano e amplo, a coisa parecia mais fácil. Como os passos do Alberto estavam variando muito, resolvemos usar os passos do Marcelo e do Jorge que, apesar de estarem próximos, estavam propagando muito erro. A variação constante de velocidade também colaborou para o desempenho ruim nos virtuais.


Foi um longo trecho de virtual, corrigíamos as distâncias como era possível. Pelo que eu me lembre, nunca fizemos trechos de virtual tão longos. O final desse trecho foi no neutro.


Saindo do neutro, veio o tão esperado trecho de rio. Com o calor que estava, torcíamos por um trecho bem longo. Mas mal deu para molhar a canela e terminou o trecho de rio.

Logo depois de passar pelo quebra-corpo do trecho 24, o contador de passos do Marcelo encrencou, e perdemos um pouco a concentração, não tínhamos certeza se estávamos na trilha. Mais à frente, encontramos um PC escondido. Recobramos a confiança e recuperamos o contador!

Quase erramos novamente quando chegamos na região do rally de bússola mas, com auxílio do staff da NorthBrasil, achamos o caminho que passava pelo PC Kailash. Descemos uma estrada asfaltada e veio um outro trecho de mata com descida com corda, no trecho 30.

Depois de mais uns 300 m, chegamos ao nosso martírio: o rally de bússola. Dessa vez, como os passos do Jorge e do Marcelo estavam batendo, Alberto e Daniela ficaram nas bússolas, enquanto Jorge e Marcelo ficaram com a contagem de passos. Aparentemente, deu certo (só aparentemente, quando saiu o resultado vimos que não foi bem assim), porque saímos no lugar certo.

Passada essa parte, voltamos para o asfalto, de onde não saímos mais até chegar novamente ao hotel onde aconteceu a largada.


Esse último trecho foi quase todo de virtual, com muitas mudanças de velocidade e alguns neutros curtos para atrapalhar. Foi nessa parte da prova que o Alberto teve um insight e descobriu a razão para seus passos estarem variando tanto: a cueca (quem mandou comprar cueca de sãopaulino?) Variou a cueca, variou o tamanho do passo!

Ao término da prova, mesmo tentando controlar a velocidade, chegamos um minuto adiantados...

Voltamos para o hotel a tempo de pegar a piscina deserta! O almoço foi, de novo, no Bar da Praia, porque o Jorge ficou curioso (e porque quando o lugar é bom, a gente volta!).

Mesmo depois de dois meses parados (por causa do vestibular, não fizemos a etapa noturna de outubro) e com todos os percalços dessa prova, ficamos um pouco desapontados com o resultado. No final das contas, ficou claro que nem o Jorge e nem o Marcelo estavam com os passos bem ajustados, que influenciou inclusive no rally de bússola. Pelo menos parece que encontramos uma boa estratégia para essa parte da prova.

Quanto à prova, não exigiu da parte física, mas foi muito técnica como a gente gosta (não que sejamos bons nisso, ainda!), e teve vários trechos urbanos. Pena que o trecho de rio foi muito curto porque, com o calor que estava, ficaríamos muito mais tempo dentro d'água, sem reclamar... O mais importante é que nos divertimos bastante. Pena que a próxima é só daqui a dois meses, vai bater a fissura de novo!

(fotos no Picasa)

Distância: 8495 m
Tempo total: 2h 46min

Participantes: Alberto, Daniela, Jorge e Marcelo.

Resultado:
1 - Mapa da Trilha (547 pontos)
2 - Cumeqe? - Bora Marco! (744 pontos)
3 - Mais Aventura (1073 pontos)
...
44 - Johnnie's Walkers (3856 pontos)

Prato do dia: Camarões empanados e T-bone do Bar da Praia.


Menção honrosa à suadeira que o Jorge levou dos camarões empanados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário