Visite nosso blog "gourmet": http://jwalkersgourmet.blogspot.com/

Hodômetro - quilometragem dos participantes

Participante
Distância percorrida
Alberto
639,4 km
Daniela
810,0 km
Jorge
784,4 km
Marcelo
858,2 km
Paulo
211,2 km
Yumi
145,6 km
(considerando somente os eventos listados neste blog)

domingo, 30 de janeiro de 2011

II Desafio Northbrasil - Camping Casarão

Finalmente a primeira prova do ano! Todo mundo ansioso e curioso por esse Desafio. Mas... para falar bem a verdade, estávamos mais entusiasmados com o churrasco que estávamos planejando...

O Camping Casarão tem alguns chalés com churrasqueira, são meia-boca mas tudo bem. Na sexta-feira, pegamos o Jorge e o Alberto, compramos espetinhos no Churrasquinho Diniz (carne, frango, lombo, coraçãozinho de frango, kafta, yakitori, polenta com alho, queijo coalho e pãozinho de alho - média de 2,25 pacotes por pessoa: será que dá?) e caímos na estrada. Chegamos no Camping Casarão lá pelas 19h, fizemos check-in (reservamos o mesmo chalé 129 que ficamos na etapa de 2010), botamos as carnes na geladeira e fomos para o centro de Itu para comprar cerveja, refrigerante, cerveja, água, cerveja, arroz para a prova social e cerveja. Paramos no Extra e resolvemos o problema.

Como já passava da hora de jantar, escolhemos nosso velho conhecido, o Bar do Alemão (o Jorge queria eisbein, mas conseguimos convencê-lo a comer só um filézinho à Parmegiana).


Lá tem novidade: chope Eisenbahn! Pena que não tem mais o chope Hofbräu...

Difícil mesmo foi dormir depois. Barriga cheia, calor e ainda tinha um ninho de alguma coisa no forro do chalé (no sábado descobrimos que o ninho pertencia a uma família de gambás). Longa noite!

No sábado, acordamos cedo para aproveitar o sempre delicioso café da manhã do Camping Casarão (experimente a geléia de morango caseira e o biscoito de polvilho com queijo - ou biscoito de polvilho com queijo COM geléia de morango) e a piscina, que já estava cheia mas ainda tinha espaço.

Acendemos a churrasqueira lá pelo meio dia e dessa vez o Jorge pagou a dívida: pilotou a churrasqueira, enquanto nos hidratávamos para a prova do domingo.

De tarde, demos uma volta pelo camping para fazer a digestão (na verdade, para abrir espaço para comer mais de noite). Tinha um sol para cada um...

Às 18h, fomos acompanhar o sorteio da ordem de largada das equipes no domingo e aproveitamos para fazer pose.


Pelo sorteio, seríamos a sexta equipe a largar, às 8h37m30s. Fizemos check-in e voltamos para a churrasqueira, já que saco vazio não para em pé.


No domingo, acordamos cedo para tomar um café reforçado (dessa vez, nem tão reforçado... não cabia) e preparar para a largada do Desafio 1, já que recebemos as planilhas às 8h e era necessário calcular os passos.

Desafio 1 - Etapa Qualificatória

A primeira das quatro etapas do dia foi apenas para dividir as equipes em 4 chaves, ou seja, todas as equipes passaram para o segundo Desafio.


Largamos às 8h37m30, com tudo calculado. Logo na largada, fomos para uma região fora do camping (penso eu), por uma trilha em meio ao pasto. Logo de cara um laço e em seguida o rally de bússolas, onde, para variar, fizemos bobagem. Erramos e atrasamos 5 minutos...


Em seguida, descemos por um vale à direita. Como estávamos atrasados, quase virou esqui-bunda. Depois veio uma subida margeando uma cerca de arame farpado. Lá no alto, um caminho à esquerda no meio dos cupins e uma estrada à direita nos levou ao trecho de virtual. Pegamos um trecho que já havíamos feito na prova de 2010, depois uma curva à esquerda em descida, que levava à entrada do camping.

Dentro do camping, demos uma volta entre os chalés e fomos para a chegada, ainda muito atrasados.

Ficamos em 20°, de 27 equipes que largaram.

Desafio 2 - Definição dos Confrontos

Terminado Desafio 1, aguardamos a publicação do resultado e do horário de largada do Desafio 2. Largaríamos às 11h28m30, tempo suficiente para descansar e relaxar.

Nesse Desafio, as planilhas foram entregues 3 minutos antes da largada. Coooorre para calcular os passos! Não conseguimos terminar os cálculos e ainda largamos 5 segundos atrasados, ou seja, lá se vai nosso procedimento de largada por água abaixo.

A primeira parte dessa etapa foi entre os chalés, mas caímos na pegadinha desse trecho (o staff ajudou a gente e mais duas equipes) e perdemos uns 3 minutos... A seguir, descemos pela já conhecida "rota do cocô", mas não chegamos até a gruta, saímos à esquerda por uma trilha, desconhecida para nós, que leva ao alto de um morro.


Descemos o morro pelo outro lado e voltamos para os arredores dos chalés, seguindo em direção ao bosque do camping. Entramos pelo bosque pelo acesso onde havia o neutro em 2010. Pegamos uma trilha à esquerda, cruzamos uma ponte e fizemos o caminho inverso ao de 2010, descendo aquela escadaria maledeta... Seguimos até chegar nos lagos, no ponto de altitude mais baixa da prova.


A partir desse ponto, só ladeira acima. A velocidade era baixa mas o sol estava nos fritando. Lá no alto da ladeira, fizemos um atalho por uma trilha e fomos na direção da piscina, onde havia um ponto de hidratação, merecido e esperado!


A relargada foi mesmo só para cumprir a prova, porque o trecho era bem curto e igual ao final do Desafio 1.

Resultado do Desafio 2? Não sabemos. Resolvemos jogar a toalha e encerrar por aqui nossa participação no II Desafio NorthBrasil porque estávamos cansados, o sol não estava ajudando, fizemos o que nos propusemos a fazer e, bem, ainda tinha muita carne nos esperando!

Desafio 3 - Mata-mata

Matamos. Sobraram alguns espetinhos, 5 latinhas de cerveja e um pouco de sorvete!

Piscina? Não rolou, tinha mais gente do que água...

Foi uma boa preparação para a primeira etapa do ano, dia 20 de fevereiro. Vínhamos de dois meses parados, estávamos mais interessados em comer e relaxar (isso fizemos bem!) e fizemos as duas provas a que nos predispusemos a participar.

Quanto a esse formato de várias provas no mesmo dia, tem prós e contras. É divertido, mas seria necessário ter as 40 equipes para ficar melhor. Acho muito difícil termos condição física de, um dia, participar das 4 provas no  mesmo dia, ainda mais com 30 °C na cabeça... Só fico imaginando que, para o povo da NorthBrasil, deve ter sido um dia de cão, mas por outro lado, divertido para burro! 

(fotos no Picasa)

Distância: nem imagino...
Tempo total: 3 dias(!!!)

Participantes: Alberto, Daniela, Jorge e Marcelo.

Prato do dia: ah, não... chega de falar em comida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário