Visite nosso blog "gourmet": http://jwalkersgourmet.blogspot.com/

Hodômetro - quilometragem dos participantes

Participante
Distância percorrida
Alberto
639,4 km
Daniela
810,0 km
Jorge
784,4 km
Marcelo
858,2 km
Paulo
211,2 km
Yumi
145,6 km
(considerando somente os eventos listados neste blog)

domingo, 8 de junho de 2014

Northbrasil 2014 - Parque Maeda

De volta ao Parque Maeda depois de um ano de nossa primeira (e até agora única) vitória na Copa North, precisamos nos adaptar à ausência de um de nossos contadores de passos, já que Alberto não pôde participar. Marcelo ajudou Jorge na contagem e dividiu a navegação com Paulo.

Saímos de SP no domingo às 7h30 e chegamos no Parque Maeda em torno das 9h10, com tempo de sobra para preparar a largada e ainda reforçar o café da manhã.

Largamos às 10h26.


Até o trecho 05 não teve muita novidade, só demos uma volta ao redor da mata a leste do Maeda.



Nos trechos 06 e 07, havia um rally entre os pinheiros. Erramos alguma coisa, mas fomos a 4ª melhor equipe no PC 39. Quando saímos do rally, demos uma passada rápida pelo pesqueiro e saímos por um portão, margeando a cerca até a torre, onde entramos na plantação.


Bússola vai, bússola vem e, ao medir 154°, Marcelo deu de cara com um pé de lichia. Lições aprendidas são valiosas: em 2013, uma única equipe encontrou o bendito PC 30, NO MEIO de um pé de lichia, amarrado no galho (rolou até um video no Facebook para provar que o PC realmente existia). Dessa vez, Marcelo entrou no arbusto e... bingo! Lá estava o PC 34! Passamos com 31 segundos de atraso, mas nos colocou no segundo lugar da prova!

(Tá lá o corpo estendido no chão a prova do crime)

Na sequência, rumamos para uma trilha velha conhecida que leva até o pesqueiro a noroeste da sede, passando pelo lago de tratamento de efluentes (fedido!).

Ali no pesqueiro havia um pequeno neutro de Red Bull.


(Marcelo todo contente com o Red Bull sem açúcar - valeu!!!

Pela altimetria divulgada no site da North, sabíamos que a subida estava próxima (mesmo porque a descida já tinha passado).



Bom, bora subir então... E conta passo direitinho que é em virtual! Mesmo em 55 m/min a subida foi puxada, tanto que passamos 37 segundos atrasados no PC 28 (estávamos em 1° nessa parte da prova). Fizemos 18 pontos no virtual 27 (4,3% de erro - alto para nossos padrões atuais) e 3 no 25 (1,7% - mas ainda assim fomos somente a 17ª melhor equipe nesse PC).

Logo em seguida veio o neutro, no lugar de sempre!


Na saída do neutro, pegamos um trecho novo, um caminho semicalçado até o muro de tijolinhos, também velho conhecido...


No muro, seguimos a 71° até o bosque labiríntico do parque.



No labirinto, protegidos do sol, fizemos uma boa prova, com todos os PCs dentro de ±10 segundos, o que nos deu uma falsa segurança (analisando os dados da prova, agora percebemos que foi ali que a vitória escapou das nossas mãos, justamente na parte da prova em que fomos bem), inclusive zerando os PCs 10 e 09, na sequência.



Quando saímos do labirinto, cruzamos a estrada de terra e praticamente perdemos a prova no PC 08, em que passamos 14 segundos adiantados...


Dali para a chegada, foi um pulo!


Essa foi nossa prova mais consciente (diferente da prova de 2013, que fizemos literalmente inconscientes - apesar da vitória) e com a menor pontuação na Copa North. A vitória não veio por detalhes: para variar, estávamos adiantados em alguns momentos - e por isso acumulamos pontos importantes. Droga, pioramos o resultado de 2013!

Quanto ao Parque Maeda, está manjado. Por isso a prova foi definida por uma pontuação apertada. Apesar disso, ainda é um lugar que rende boas provas.


Distância: 9142 m
Tempo total: 2h 39min

Participantes: Daniela, Jorge, Marcelo e Paulo.

Resultado:
1 - Popatapataio (501 pontos)
2 - Johnnie's Walkers (530 pontos - 13,6 pontos por PC)
3 - João Andante (534 pontos)
...

Prato do dia: Filé à parmegiana (empurrado pelo garçom) do Bar do Alemão.


Pela primeira vez, não fomos bem atendidos lá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário