Visite nosso blog "gourmet": http://jwalkersgourmet.blogspot.com/

Hodômetro - quilometragem dos participantes

Participante
Distância percorrida
Alberto
639,4 km
Daniela
810,0 km
Jorge
784,4 km
Marcelo
858,2 km
Paulo
211,2 km
Yumi
145,6 km
(considerando somente os eventos listados neste blog)

domingo, 27 de abril de 2014

Northbrasil 2014 - Camping Macuco (noturna)

Lugar velho, desafio novo: O Camping Macuco já é nosso velho conhecido, mas uma etapa noturna lá foi novidade. Saímos de SP às 18h30, do apartamento do Bruno, amigo do Alberto, que foi a vítima de plantão. Chegamos no Macuco antes das 20h, com tempo suficiente para preparar as tralhas e ainda comer uma pizza (novidade! agora lá tem um lugar com pizzas e churrasco, mas não espere um atendimento ágil...).


Largamos às 21h10.


Durante os primeiros 4 trechos, demos uma volta no lago ao sul do camping sem surpresas, exceto pelo PC 39, que estava com o cabo amarelo escondido e deu trabalho para bipar (e acabou sendo cancelado).



Na segunda passagem, fomos até a rua à direita depois dos lagos e saímos do outro lado da churrasqueira. A medição de 52° exigia que atravessássemos a piscina natural, mas no frio que estava, só se fosse patinando no gelo! Ninguém se habilitou a atravessar por dentro do lago e resolvemos margear, mesmo nos arriscando a errar o tempo no PC 02, que estava logo na saída do lago. Acabamos fazendo 9 pontos nesse PC.

Dali, pegamos uma trilha que subia o morro até a estrada de terra a leste da sede do camping e seguimos à esquerda, até o "poste de concreto", numa trilha demarcada por fitas zebradas. Na próxima referência, a 52 m do trecho 10, ficamos procurando a árvore (que depois da prova recebemos a confirmação que não estava mesmo lá). Na dúvida, como os passos do Jorge não tinham batido, resolvemos voltar e não encontramos outra possibilidade se não seguir por ali, mesmo na dúvida. Nessa, perdemos mais de 2 minutos e toda a concentração... foi nosso único erro na prova... Até então, estávamos em sexto lugar.

Descemos pela mata até a estrada de terra dentro do camping, na região das carretas de tanque (lugar meio feio, diga-se...), tentando tirar o atraso, mas de noite é sempre mais complicado.

Entramos de novo na mata e tornamos a subir para a estrada de terra, seguindo o labirinto formado pelas fitas zebradas. Era uma subida puxada e acabamos perdendo o minuto que havíamos recuperado. Na estrada de terra havia um neutro de 3 minutos, no ponto de hidratação e de Red Bull. A equipe estava cansada e não conseguimos recuperar o atraso nesse neutro.

Relargamos no início do trecho de virtual já com 1 minuto de atraso... No PC 11, no trecho 17, passamos 88 segundos atrasados. No primeiro virtual, PC 12, como os passos de Alberto e Marcelo estavam muito diferentes dos de Jorge, resolvemos usar somente a marcação de Jorge: 20 pontos!

Atravessamos a plantação de figo e o cheiro estava forte! Delicioso! Ainda bem que ninguém na equipe gosta de figo!


No final do trecho 17, veio a pegadinha: "pule o portão e siga pela trilha acompanhando a cerca". Pule o portão? Falar é fácil, mas para Jorge e Daniela pular um portão maior que eles não é tarefa trivial... Pelo menos conseguimos tirar um pouco do atraso no neutro de 1 minuto que tinha ali.

Descemos o morro e chegamos a uma descida chata e de terreno irregular, que passamos (passamos?) na etapa de  2011, passando pelo PC 15 e indo até uma área de reflorestamento.

No início do trecho 21, havia um portão semelhante ao que havíamos pulado anteriormente. A equipe que nos precedia leu na planilha "porteira: MANTENHA FECHADO" e não teve dúvidas: resmungou e pulou o portão. Assim que a última integrante daquela equipe pulou, Marcelo tirou a corrente e abriu o portão! Alberto, Bruno e Jorge, que vinham logo atrás, caíram na gargalhada! Passada a equipe, Marcelo passou a corrente de volta e fechou o portão...

A partir do portão, contamos 11 m para passar sob a cerca, mas provavelmente passamos no lugar errado, porque foi difícil passar...


Finalmente chegamos no tão merecido neutro! E com tempo de sobra!!!



Seguimos nossa trilha, faltando em torno de uma hora para a chegada, passando pelos chalés até o campo de futebol. Na entrada da trilha no fundo de campo, não caímos na pegadinha do PC 17. Demos a volta na trilha e fomos a melhor equipe no PC 16! Passamos no PC 17 com 7 segundos de atraso.

A seguir, saímos do camping em direção à mata com as erosões à oeste do camping, que sempre é um alento para o calor, mas dessa vez o calor não era importante...


Foi relativamente fácil... com exceção das subidas. Acabamos adiantando alguns segundos nos PCs desse pedaço.


Quando saímos da mata, começou o trecho de virtual. No PC virtual 25...


...Marcelo fez a média entre as distâncias dele, de Alberto e Jorge e deu 516 m, a mesma distância anotada no seu pedômetro! (comentário de Marcelo: quero contar passo! Não quero mais ser navegador... Hehehe!!!) 

Bateu a dúvida na referência no final do virtual, mas graças ao "aspira" conseguimos acertar, mas a árvore no início do trecho 33 deu trabalho para Daniela passar... Esse trecho em particular deu algum trabalho, mas estava bem sinalizado e não precisou de navegação até chegar no "tanque".

Na primeira referência do trecho 34, Bruno estava esperto (acho que era o único que estava...) e evitou o erro do navegador que já estava sonado... Descemos até um lago (novo para a gente) a sudoeste do camping e demos a volta. Quase não acreditamos quando lemos na planilha: "placa 'PROIBI DONDRA E PESCA". Pensamos que o "estagiário" tinha aprontado alguma.

(Placas Ridículas, aqui vamos nós!)

Isso que é referência precisa!

Dada a volta no lago, só nos restava dar um pique até a chegada para cravar o tempo (nem isso conseguimos, fizemos 3 pontos na chegada).

Prova dura, muita subida. Apesar do lugar manjado, a etapa noturna deu uma disfarçada nos problemas e, apesar da árvore sumida no trecho 10 e a placa desaparecida na primeira referência do trecho 25, foi uma prova legal. E fora o frio também, que estava de matar.

Por fim, como a pizza demorou tanto, ficamos para esperar a premiação e o sorteio dos prêmios. Não ganhamos nada. Que puxa...


Distância: 8567 m
Tempo total: 2h 40min

Participantes: Alberto, Bruno, Daniela, Jorge, Marcelo e Yumi.

Resultado:
1 - Kalango Doido (416 pontos)
2 - Pópatapataio (430 pontos)
3 - O3 (456 pontos)
...
12 - Johnnie's Walkers (1279 pontos - 42,6 pontos por PC)
...

Prato do dia: uma pizza que demorou tanto que dava para ter pedido em SP e mandado entregar lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário